RSS

“Os Maias” de Eça de Queiroz

Já acabei de ler a obra de Eça de Queirós “Os Maias”, e no início da obra, o livro não despertava interesse, porque existia muita descrição por parte do autor. Á medida que fui lendo fui me interessando mais, apesar de existir algumas partes pelo meio que apresentava demasiada descrição o que me fazia perder um pouco do interesse.

Relativamente às personagens, as minhas preferidas foram o Carlos da Maia e Maria Eduarda Gostei do Carlos porque ele sofreu um pouco por ser órfão, mas com o amor e carinho que Afonso da Maia (seu avô) lhe deu ele tornou-se num grande homem e formado em Medicina. Gostei muito de Maria Eduarda apesar de também ter tido uma vida muito difícil tornou-se uma grande mulher, era uma mulher, meiga e muito apaixonada por Carlos e pela Rosa (sua Filha).

Nesta obra também existiram momentos que não me despertaram grande interesse como é o caso de quando o Pai de Carlos (Pedro da Maia) é traído pela respectiva esposa (Maria Monforte, mãe de Carlos) e ela vai embora com um homem, e Pedro não aguentando o desgosto suicidou-se. Não gostei de um dos momentos finais que foi quando Carlos e Maria Eduarda descobrem que são irmãos, fiquei um pouco triste porque gostava que eles ficassem juntos.

Na obra “Os Maias” existiram vários momentos que me despertaram muito interesse como quando Maria Eduarda conta a Rosa (sua filha) que gostava de Carlos e Rosa ficou muito contente, ao saber que Carlos iria ser como um pai para ela. Também gostei, apesar de ser triste esta parte da história, quando Maria Eduarda conta toda a história da sua vida a Carlos, existindo um momento muito enternecedor entre eles.

No meu ponto de vista a obra tinha uma linguagem um pouco difícil, algumas palavras tinha que as pesquisar para saber o seu significado e perceber o contexto da frase.

http://www.leiloes.net/upload_tmp/5/img_165652885_1297351927_abig.jpg

Um pouco sobre o autor:

José Maria de Eça de Queirós nasceu a 25 de novembro de 1845 e faleceu a 16 de agosto de 1900) é um dos mais importantes escritores lusos. Foi autor, entre outros romances de reconhecida importância, de Os Maias e O crime do Padre Amaro; este último é considerado por muitos o melhor romance realista português do século XIX.

Fontes:

http://pt.wikipedia.org/wiki/E%C3%A7a_de_Queir%C3%B3s

http://pt.wikipedia.org/wiki/Ficheiro:E%C3%A7a_de_Queir%C3%B3s_c._1882.jpg

 

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

 
%d bloggers like this: